Autor: blogcavalinno

Circuitos de arvorismo são atração no turismo de aventura em Analândia

No turismo de aventura, o contato com a natureza pode ser estabelecido pela escalada até o alto de um morro ou pela travessia de um ponto a outro sobre águas ou pelo alto das árvores. Em Analândia, os adeptos dessa prática têm passeios para todas as idades e desafios para todos os gostos.

O arvorismo, por exemplo, é uma opção de lazer que atrai muitos turistas até a cidade, segundo a proprietária de uma agência de aventura, Tássia Regina Colchi. “Ao percorrer o trajeto estabelecido pelos circuitos, a pessoa tem uma visão geral de Analândia e de toda beleza natural que faz parte da cidade”, conta.

A atividade consiste em atravessar um circuito pelo alto dos eucaliptos por uma distância, de acordo com o trajeto escolhido, de 100 a 130 metros.

“Todos que fazem arvorismo relatam que a adrenalina é muito grande, a emoção é dobrada e, podem descer das árvores por tirolesas de 160 a 240 metros de distância da superfície”, comenta Colchi.

Foto: G1

A cavalo

O passeio a cavalo é outra forma de contato com a natureza e o visitante ao chegar no alto da serra tem uma visão dos morros do Cuscuzeiro e do Camelo, que também é uma das atrações turísticas de Analândia.

O passeio começa no pé do Morro do Cuscuzeiro, passa por um lago e sobe a serra que dá acesso à gruta de Nossa Senhora de Lourdes. “Em época de chuva, a nascente fica cheia e mina água da gruta onde tem uma imagem da santa que, segundo histórias dos moradores da cidade, apareceu naquele local para um visitante que se tornou devoto e resolveu homenageá-la”, explica a proprietária da agência.

Nas alturas

Se o turista escolher pela escalada ou rapel, o Morro do Cuscuzeiro é uma das opções, mas para os menos aventureiros há um passeio de bondinho tracionado por um trator que revela parte da beleza natural que Analândia possui.

Os passeios são monitorados e todos são realizados com os equipamentos de segurança necessários.

“O único passeio que não tem monitoramento é a trilha que leva até o pé do Cuscuzeiro, porém em todo o trajeto tem placas indicativas”, explica.

Os preços vão de 10 a 110 reais e acontecem todos nos finais de semana e feriados. Durante a semana podem ser agendados com antecedência.

Belezas de Analândia inspiram talentos da fotografia

Ao conhecer Analândia, o Fotógrafo, Professor de Fotografia e Jornalista, André Luís Ferreira, inspirado pelos cenários naturais da cidade, resolveu dividir com as pessoas a beleza que viu o registro, através da câmera fotográfica. Segundo ele, à primeira vista, Analândia é uma cidade cenográfica, onde todo lugar em que se aponta a lente se tem uma bela imagem.

Foto: Fabu Dias

Assim, Ferreira levou as fotos tiradas durante sua primeira visita à Analândia para uma agência de turismo receptivo com a ideia de criar cartões postais. “Isso foi entre julho e agosto de 2017, no entanto, ao ver o resultado desse material fotográfico, um empresário sugeriu que eu organizasse um festival que unisse o potencial cenográfico de Analândia e fotógrafos de vários pontos do país”, explica.

Com pouco tempo e recursos, em novembro de 2017, Ferreira, juntamente com a Jornalista Adriana Nagazaco e o Fotógrafo Rodrigo Pinto, realizaram o Primeiro Analândia Cidade Fotográfica.

Foto: G1

Duas edições

O evento, em dois anos, já trouxe Fotógrafos de renome, como Yuri Brittar, Especialista em fotografia contemplativa; Marcos Picos, fotógrafo de natureza; Marcos Pfiffer, arquiteto e fotógrafo; e Rafael Defavari, Astrofotógrafo, inclusive com trabalhos publicados pela Nasa.

Ferreira conta que o Astrofotógrafo Defavari este nas duas edições do Analândia Cidade Fotográfica e realizou cursos. “Na edição deste ano, Defavari realizou um curso na cidade, em setembro, e durante o festival lançou a exposição ‘Céus de Analândia”, com resultado dos trabalhos dos participantes”, comenta.

Segundo um dos organizados do evento, o festival transforma a cidade em uma galeria de arte com exposições montadas em dez locais diferentes de Analândia.

Foto: J. A. Sarquis

Reconhecimento

Ferreira ressalta que o Analândia Cidade Fotográfica já encontra espaço entre os eventos fotográficos do país.

“Com apenas dois anos de realização, o festival parece tradicional, porque muita gente quando fala do evento comenta como se já existisse há anos”, brinca.

No entanto, o reconhecimento da importância e seriedade do festival é fato. A repercussão da realização do Festival Analândia Cidade Fotográfica já motiva o interesse de outras cidades e tornarem-se fotográficas. Ferreira afirma que a intenção é manter o evento em Analândia, mas também avaliar convites para a realização em outras cidade, com Bonito, por exemplo.

Artesãs se unem para oferecer produtos de Analândia

Por ser uma cidade turística, Analândia tem no artesanato uma fonte de renda importante na cidade e, há cerca de um ano, um grupo de artesãs se instalou no quiosque da Praça da Igreja Matriz, para mostrar o que a cidade pode oferecer para os moradores e, principalmente para quem visita essa estância climática.

O quiosque é um espaço cedido pelo Fundo Social de Solidariedade do município, mas o grupo de artesãs é totalmente responsável pelo funcionamento e manutenção do local. Segundo a presidente do Conselho Deliberativo do Fundo Social de Solidariedade, Ana Paula Munhoz, as artesãs procuraram o fundo em busca de um local onde pudessem expor e vender os artesanatos. “Então o Fundo cedeu o quiosque da Praça da Igreja e elas têm a responsabilidade de colocá-lo para funcionar”.

Foto: G1

O grupo chamado Arteiras Artesanato é formado por seis artesãs. Uma delas é Viviane de Matos, que tem mais de vinte anos criando peças a partir de madeira, tecido e, mais recentemente, planta. Segundo a artesã, ela faz a bola de terra que mantem a raiz da planta e, depois costura o musgo em volta. “Então fica o próprio vaso da planta”, explica.

Essa técnica é chamada kokedama e foi criada pelos japoneses há mais de quinhentos anos. Matos fala que os japoneses perceberam que ao retirar as plantas com raízes do vaso, depois de um tempo, essas plantas criavam, em volta, musgos que as mantinham vivas e belas. A artesã cultiva algumas plantas e compra outras para fazer o kokedama. “Aqui em Analândia eu consigo orquídeas e as suculentas estou começando a produzir”, revela.

Foto: G1

Profissão: Artesã

Do grupo Arteiras Artesanato três delas estão em processo de registro junto ao Subsecretaria de Trabalho Artesanal nas Comunidades – SUTACO. “Esse órgão regulamenta a profissão de artesã no Estado de São Paulo e esperamos que, em breve, já tenhamos a carteirinha que reconhece nosso trabalho”, revela Matos.

Enquanto isso quem for ao quiosque da Praça da Matriz poderá conhecer muito do trabalho artesanal realizado pelo grupo através de chaveiros, porta-chaves, ímãs de geladeiras com imagens do Morro do Cuscuzeiro, além de itens como bolsas, mosaicos, bonecas e muito mais que mostram o talento diferenciado das artesãs de Analândia. O quiosque funciona as sextas à tarde, nos fins de semana e feriados.

Analândia, a cidade ideal para a prática de Rapel e outros esportes radicais

Analândia é uma das cidades mais procuradas por turistas de todo o Brasil. Há àqueles que curtem se refrescar com um belo banho de cachoeira, e àqueles que têm coragem de se aventurar nas escaladas e rapel.

O Morro do Cuscuzeiro e o Morro do Camelo são os principais motivos dos aventureiros procurarem Analândia para muitos desafios.

Morros do Camelo e do Cuscuzeiro

Conheça mais sobre eles:

Morro do Cuscuzeiro

Ele é o principal motivo de Analândia estar no mapa da escalada o Brasil. De acordo com os cientistas, o Morro do Cuscuzeiro é um lugar perfeito para este esporte radical e para trilhas em meio à natureza.

Morro do Cuscuzeiro

O Morro faz parte de uma formação geológica chamada formação Botucatu, com data de cerca de 150 milhões de anos atrás, época em que a América do sul e África ainda estavam unidas.

Além de toda essa estrutura para escaladas, o Morro do Cuscuzeiro ainda foi cena de novela da emissora de TV mais famosa do país, comprovando ser uma das mais belas vistas na região.

Morro do Camelo

Formado no mesmo período que o Morro do Cuscuzeiro, o Morro do Camelo tem este nome por sua formação peculiar, que se assemelha às corcundas de um camelo.

Morro do Camelo

Possui 80 metros de altura e é ideal para quem gosta de fazer trilhas mais tranquilas. Ao chegar ao topo, você vai poder vislumbrar uma vista maravilhosa de toda a cidade de Analândia e redondezas.

Se interessou? Então acesse o site do Loteamento e vamos agendar uma visita. Estamos prontos os 7 dias da semana para atendê-lo e mostrar como aqui os seus dias podem ser mais lindos.

Acesse www.loteamentocavalinno.com.br ou entre em contato pelo telefone (19) 3566-1669 ou WhatsApp (19) 99911-1217.

Analândia tem espaço para orquídeas

Há quatro anos quem visita o Morro do Cuscuzeiro tem um passeio a mais para fazer além do turismo de aventura. Aos pés do morro existe um orquidário com mais vinte mil plantas de espécies diferentes de orquídeas.

O orquidário nasceu em 2014, mas a ligação dos irmãos Alcides Medeiros Júnior e Admilson da Silva Marques com as orquídeas começou bem antes. Em 2002 eles mudaram para uma fazenda em Descalvado para trabalhar. Segundo Medeiros Junior, nessa fazenda eles têm uma grande amiga que possui o hobby cultivar orquídeas. “Ela nos presenteou com dois vasos de Dendrobium nobile, uma espécie dessa planta”.

Desse dia em diante, Alcides e o irmão se apaixonaram pelas orquídeas e em 2010, mudaram-se para Analândia por conta de um novo trabalho e, quatro anos depois montaram o orquidário.

“Analândia tem um clima diferenciado para o cultivo de orquídeas”, conta.

Fonte: G1 (2018)

Aprendizado

O cultivo de orquídea exige cuidados bem específicos e especializados e depois de quase dezesseis anos de experiência com essa planta, Alcides e Admilson resolveram iniciar em dezembro deste ano cursos para ensinar os visitantes a cuidar das orquídeas de maneira correta.

Alcides fala que ao longo dos anos aprendeu com outras pessoas que cultivam a planta e, por isso depois de dar palestras, inclusive em universidades da região e dividir o conhecimento adquirido pela prática de anos de cultivo em feiras espalhadas por todo Estado, resolveu junto com o irmão dar cursos no próprio orquidário.

Os cursos serão destinados aos visitantes do local e terá uma palestra, seguida de uma aula prática com certificado. “Ao final oferecemos um cafezinho”, brinca.

O orquidário fica aberto todos os dias, inclusive fins de semana, das 7 às 17 horas. A entrada é de graça.

Analândia é a cidade mais procurada pelos colaboradores da Honda de Itirapina

Situada a apenas 10 minutos do Loteamento, a Fábrica da Honda em Itirapina terá mais de 2 mil funcionários.

A cidade de Analândia está em constante crescimento. O turismo, que sempre foi o carro chefe da economia local, está ganhando um forte aliado para Analândia estar no topo das cidades do Estado de São Paulo que mais se valoriza.

Portaria 24h

Até meados de 2019, todos os mais de 2 mil funcionários da Honda Itirapina irão se instalar em alguma das cidades da região, como São Carlos, Rio Claro e Pirassununga, mas a que está sendo mais procurada é Analândia, e claro, o Loteamento Estância Cavalinno é o local mais visado pelos colaboradores, pois está situado a pouco menos de 10 minutos da Fábrica.

Com isso, investidores estão especulando a estância climática para melhorar ainda mais a estrutura da cidade.

Quadra poliesportiva

Se interessou? Então acesse o site do Loteamento e vamos agendar uma visita. Estamos prontos os 7 dias da semana para atendê-lo e mostrar como aqui os seus dias podem ser mais lindos.

Acesse www.loteamentocavalinno.com.br ou entre em contato pelo telefone (19) 3566-1669 ou WhatsApp (19) 99911-1217.

Analândia: uma cidade cercada por pontos turísticos

            Analândia é uma das cidades do interior paulista que mais recebe turistas à procura de belas paisagens e locais para se refrescar.

Com uma natureza de dar inveja, Analândia recebe turistas do Brasil inteiro o ano todo. São milhares de visitantes que vêm à procura de turismo ecológico. Isso por conta de inúmeras cachoeiras que estão espalhadas na região, algumas públicas e outras privadas, fazendo com que a cidade seja uma das 12 estâncias climáticas do Estado de São Paulo.

            Em Analândia, você e sua família poderão aproveitar as cachoeiras do Escorrega, da Ponte Amarela, da Bocaina e do Salto Major Levy; e os Morros do Cuscuzeiro e do Camelo, ideias para arvorismo, rapel, escalada e outros esportes radicais.

            Além disso, nas cidades ao redor há também muitas atrações turísticas, confira:

– 40 min. de Brotas, Capital do ecoturismo do Brasil;

– 30 min. do Balneário Santo Antônio (Broa), em Itirapina. Local ideal para pesca, banho e esportes náuticos. Possui marinas e diversos bares e restaurantes;

– 40 min. do Campo de Golfe de São Carlos, um dos melhores da América Latina.

            Venha fazer uma visita e conhecer o Loteamento Estância Cavalinno em Analândia. Consultores disponíveis de domingo a domingo para atender você e sua família. Entre em contato (19) 3566-1669 ou (19) 99911-1217 ou acesse www.loteamentocavalinno.com.br.

O bom de ter uma casa de veraneio no centro de tudo

A cada ano que passa, a casa de veraneio fica mais em alta. Ela é o lugar ideal para você e sua família relaxar e viver momentos inesquecíveis.

Melhor ainda é ter tudo isso em um local com segurança 24h, academia, área gourmet, churrasqueira, piscinas de tamanhos variados e muito mais.

Além disso, a tranquilidade do local é fator primordial, mas sem deixar toda a estrutura de lado. Por isso, o Loteamento Estância Cavalinno fica em Analândia.

Analândia fica no centro do Estado de São Paulo, perto de grandes centros urbanos e turísticos.

Veja a distância entre as principais cidades:

– 30 min. de São Carlos, Capital da Tecnologia e cidade com maior número de Doutores do Brasil;

– 40 min. de Rio Claro, centro de importantes indústrias do Estado;

– Pouco mais de 2h de São Paulo, capital financeira do país.

Venha fazer uma visita e conhecer o Loteamento Estância Cavalinno em Analândia. Consultores disponíveis de domingo a domingo para atender você e sua família. Entre em contato (19) 3566-1669 ou (19) 99911-1217 ou acesse www.loteamentocavalinno.com.br.

Já pensou em morar na região mais segura do Estado de São Paulo?

Hoje em dia, quando escolhemos um local para morar, uma das primeiras coisas que nos vêm à mente é a segurança da nossa família e pertences.

Diante disso, após analisar várias cidades, Analândia foi escolhida para ser sede do Loteamento Estância Cavalinno.

Segundo dados de segurança, Analândia está localizada na região mais segura do Estado de São Paulo.

Para provar estes números, houve apenas 3 homicídios na cidade nos últimos 10 anos.

Ainda com dados desta última década, a média de roubos foi de apenas 6,6 por ano. Já o roubo e furto de veículos tiveram uma média de apenas 5 por ano. Taxa 3x menor que a média do Estado de SP e 5x menor que a da capital, São Paulo.

Venha fazer uma visita e conhecer o Loteamento Estância Cavalinno em Analândia. Consultores disponíveis de domingo a domingo para atender você e sua família. Entre em contato (19) 3566-1669 ou (19) 99911-1217 ou acesse www.loteamentocavalinno.com.br.

Loteamento Estância Cavalinno