Praticar atividades físicas ao ar livre com regularidade pode oferecer diversos benefícios para o corpo, como controle do peso, prevenção de uma série de doenças e aumento da sensação de bem-estar. Contudo, sem tomar as devidas precauções, a umidade do ar, temperatura e exposição direta ao sol podem afetar o corpo. Assim, consequentemente, causando problemas à saúde. 

Para não sofrer com efeitos negativos, é preciso tomar alguns cuidados. Por isso, listamos alguns deles para você praticar suas atividades físicas ao ar livre de forma segura e tranquila, seja no frio ou no calor.

Continue a leitura conosco para conferir! Boa leitura!

Cuidados ao praticar atividades físicas ao ar livre

Antes de iniciar a prática de qualquer atividade física seja na cidade ou próximo à natureza, é preciso realizar um check-up médico adequado para verificar as suas condições físicas e cardiovasculares. Além disso, outras questões devem ser consideradas.

Veja a seguir.

Tenha cuidado com o terreno

Ao realizar atividades físicas ao ar livre, é importante ficar atento ao local em que os exercícios serão realizados. Terrenos irregulares podem causar dores e problemas sérios ao corpo devido ao esforço muscular. Por isso, escolha superfícies que possam absorver o impacto, como superfícies com menos irregularidades.

O alerta é especial para o caso de pessoas idosas, já que superfícies acidentadas podem aumentar as chances de quedas e fraturas, assim, prejudicando a mobilidade. Uma boa opção é praticar as atividades em espaços adequados para os exercícios, mantendo o indivíduo seguro também do trânsito.

Escolha a roupa adequada

Roupas e calçados inadequados podem colocar sua saúde em risco, principalmente, quando as atividades físicas são realizadas ao ar livre. É essencial usar roupas leves, que possibilitem a transpiração adequada, principalmente no calor. Em climas frios, é preciso proteger-se com agasalhos que permitam a mobilidade adequada. 

Proteja também o rosto e a cabeça, usando bonés, chapéus, toucas e óculos. O calçado também deve ser apropriado para o tipo de atividade que você vai realizar, caso contrário, impactos negativos podem refletir em articulações, joelho, pés e tornozelos. 

Fique atento ao melhor horário

Altas temperaturas provocadas pela exposição direta ao sol podem levar à desidratação e insolação. Além de se proteger  contra o calor, é recomendado praticar atividades físicas ao ar livre somente antes das 10 horas da manhã e após às 16h. Nesse intervalo de horários, a umidade é maior e os raios solares são mais fracos. Assim, evitando mal-estar e outros danos à saúde.

Alongamento antes e depois

Muitas pessoas costumam realizar alongamento somente antes de iniciar a atividade física. No entanto, a prática correta envolve o alongamento antes e também após o exercício. Dessa forma, é possível eliminar as tensões provocadas durante o esforço muscular.

Alimentação antes do treino

Praticar exercícios em jejum é uma prática que deve ser evitada também para atividades físicas ao ar livre. Uma vez que, exercícios de barriga vazia podem ser perigosos. Ou seja, eles podem causar hipoglicemia e mal-estar. Assim, evite que isso aconteça realizando um lanche leve e equilibrado no mínimo uma hora antes de começar suas atividades. Seu rendimento vai ser ainda melhor.

Priorize sempre a proteção solar

Contar com um bom protetor solar, que resista ao suor, é muito importante ao praticar atividades físicas ao ar livre. Priorize produtos de fatores de proteção a partir de 30. Além do protetor, você pode utilizar roupas com proteção UV e priorizar espaços próximos à natureza para evitar a exposição direta do sol.

A hidratação

Com a baixa umidade relativa do ar, principalmente, em períodos entre as 10h e 16h, o corpo aumenta a produção de sudorese (suor) na tentativa de manter uma temperatura equilibrada.

Essa ação causa o aumento da sede e, para evitar problemas maiores como a desidratação, é fundamental se manter hidratado durante e após a prática de atividades. Em casos extremos, a perda de líquido por meio da transpiração pode causar tonturas, dores de cabeça, náuseas e também taquicardia.

A hidratação também é recomendada de forma tópica, ou seja, por meio de cremes e óleos para a pele. A exposição ao sol, vento, frio ou poluição pode causar irritação e ressecamento. Por isso, mantenha o corpo hidratado com cremes após as atividades. 

Faça um treino adaptativo

Mesmo que a vontade de se exercitar seja grande, você precisa respeitar os limites do corpo. Comece a prática de atividades físicas ao ar livre com um treino adaptativo. Ou seja, iniciando de forma leve e aumentando aos poucos durante os dias. Assim, seu corpo terá tempo para se acostumar, evitando dores, lesões e cansaço excessivo.

Tenha cuidado com o cansaço

Está sentindo cansaço excessivo? Evite exercícios intensos nesse período. Com a prática de atividades, a exaustão muscular pode acontecer. Por isso, prefira treinos leves e moderados até conseguir recuperar seu fôlego.

Você pôde conhecer os principais cuidados necessários ao praticar atividades físicas ao ar livre. Siga cada um deles e tenha momentos agradáveis enquanto mantém sua saúde em dia!

Gostou deste conteúdo sobre os cuidados que devemos ter ao praticar atividades físicas ao ar livre? Então, conheça também algumas atividades radicais que podem ser realizadas ao ar livre!